Você sabe quais são as tendências de plataformas DAM para 2020?

Tempo de leitura: 5 minutos

O ano de 2020 já está batendo à nossa porta e para aqueles que já estão gerenciando e distribuindo seus ativos digitais em uma plataforma DAM ou mesmo para aqueles que vão precisar de uma, eu separei as principais tendências de plataformas DAM para 2020.

Assim você consegue analisar se a plataforma que gerencia seus ativos já está preparada ou já atende ao que as demandas das indústrias em todos os segmentos vêm exigindo em termos de tecnologia, experiência do usuário e segurança.

Se você não está familiarizado com o tema eu sugiro a leitura de 2 artigos – um que fala o que é o DAM (do acrônimo Digital Asset Management) propriamente dito e outro que explica a diferença entre plataforma DAM e plataforma de Armazenamento de Arquivos para você entender quais as diferenças básicas de cada uma e quando o DAM é a melhor opção no seu segmento.

Se você já entende esses conceitos vamos às tendências DAM para 2020.

O mercado de Gestão de Ativos Digitais (DAM) foi avaliado em USD 1,25 Milhões em 2018 e a expectativa é que ele alcance USD 6,9 Bilhões no período de 2019-2024 a um CAGR (Compound Annual Growth Rate – taxa de crescimento anual composta) de 34,1%.

1. Cloud é prioridade
Duas informações importantes mostram essa tendência. Segundo uma pesquisa encomendada pela Oracle ™ 85% de todo o trabalho das indústrias serão transferidas para a Nuvem e, muito provavelmente, essas indústrias moverão também seus arquivos de mídia neste movimento. Até 2025 80% das indústrias terão migrado de seus data-centers locais para a nuvem, Se o custo de tecnológico de processamento e armazenamento aumenta à medida que aumentam os volumes de produção de ativos digitais (do todos os formatos) então, para manter tudo localmente a conta não fecha.

Segundo o Gartner, a receita de “Public Clouds” deve crescer 17,3% num total de USD 206 Bilhões.

2. Além de auto-tagging
Se a automatização de processos em uma plataforma DAM era tendência em 2019, a demanda da indústria em 2020 pede algo além do auto-tagging uma vez que a inteligência artificial está se tornando predominante no setor de DAM e pode ajudar em tarefas como transcrição da fala, reconhecimento de emoções nas imagens do rosto ou da fala, detecção de várias condições nas imagens, verificação da identidade, sinalização de erros em documentos legais e leitura labial. IA é a bola da vez.

3. Facilidade na palma da mão (ou de qualquer coisa)
Mais uma estatística para mostrar a tendência. Segundo o Gartner, em 2020, 95% dos novos produtos conterão IoT (Internet of Things – Internet das Coisas) e, aos celulares e tablets, somar-se-ão bilhões de outros dispositivos inteligentes onde nossos arquivos digitais poderão ser facilmente acessados ou encontrados. E como isso acontece? Com o uso de APIs com recursos avançados de integração oferecidos pelo setor de tecnologia para unir plataforma e dispositivos IoT.

Quer saber quais as vantagens no uso de plataformas DAM?

4. O consumidor está no comando.
Usabilidade acima de qualquer coisa. Esta é a palavra-chave do tudo o que a indústria têm feito que interage com consumidores. A usabilidade é uma parte vital do serviço ao cliente. Se o seu produto for difícil de usar, significa que você está oferecendo um serviço ruim ao cliente e as pessoas não vão engajar com seu produto. Usabilidade aqui não é facilidade ou um design bonito mas sim toda a jornada, não só do usuário mas do cliente, quando ele busca pela sua empresa ou produto, como ele contacta você para comprar ou até mesmo obter suporte e a usabilidade que ele encontra em todas as funcionalidades. É garantia de um bom LTV (Life-Time Value – valor do tempo de vida do cliente).

5. Tecnologia não é mais limitante
Dá para imaginar o número de plataformas, aplicativos e tecnologias existentes hoje? E o quanto elas irão crescer ou quanto novos formatos e/ou padrões serão criados em 5 ou 10 anos? Com esse cenário a indústria necessita garantir que tecnologias diferentes conversem entre si. Mais um pouco do que falei no item 3. Isso reduziria, e muito, trabalhos manuais. Exemplo: a cada nova publicação sua equipe precisa fazer o download de alguns arquivos e enviá-los ao CMS. Ela precisa fazer isso manualmente? ou conexões entre essas plataformas via API podem economizar o tempo de upload e download manual, além de garantir relatórios e históricos? O DAM deverá garantir isso.

6. Segurança rumo à confiança digital
Em 2010, foi introduzido um novo paradigma chamado Zero Trust (entenda o Zero Trust em https://teltecsolutions.com.br/mundo/arquitetura-zero-trust), um conceito de segurança que se baseia na crença de que as organizações não devem confiar em nada fora da rede e deve verificar tudo o que está tentando se conectar aos seus sistemas antes de conceder acesso. Mas isso está mudando porque as empresas começam a entender que a confiança é o fator mais importante em que construímos para cada interação que temos com um cliente. A plataforma DAM irá garantir a segurança sem criar entraves na usabilidade.

7. A jornada de compra do consumidor está mudando. Sério?
Aqui não vamos falar da usabilidade da plataforma para o usuário mas sim a mudança no modo dele interagir pessoalmente com a plataforma. Mais números?
Segundo a Oracle prevê-se que 80% da jornada do comprador ocorra sem nenhuma interação direta entre seres humanos em 2020, 90% dos compradores de B2B dizem que encontrarão sua empresa e seu produto quando estiverem prontos e 85% das interações com os clientes serão automatizadas até 2020. BOTs vendedores? Quem sabe….

Se você tem outras tendências para plataformas DAM em 2020 vamos conversar sobre isso… escreva para nós… letstalk@yapoli.com

Agora que você já sabe quais as tendências de plataformas DAM para 2020, descubra como a Yapoli pode ser uma tendência:

Uma plataforma DAM inteligente que otimiza a gestão e distribuição de arquivos digitais para a indústria de forma simples, segura, prática, rápida e, principalmente, mensurável.